Artes & Artesãos

Artista em Casa

Após sua fundação por jesuítas portugueses no século XVI, Trancoso ficou esquecida por séculos, habitada apenas por uma pequena população nativa que nunca ultrapassou 300 residentes e que vinha diminuindo nos últimos anos do século XX.

Foram hippies e artistas que redescobriram Trancoso na década de 70, muitos instalando-se aqui e dando nova vida a pequena vila de pescadores com sua criatividade, recebendo em troca um apelido afetuoso dos moradores: “biribandos”.

Os biribandos trouxeram grandes contribuições culturais e ajudaram a moldar o movimento de conservação em Trancoso. Em homenagem a essa herança cultural, criamos o programa Artista em Casa em que artistas do mundo inteiro moram no UXUA enquanto criam objetos que expressam seu estilo e habilidades próprias, utilizando materiais e inspirações locais.

Joey Yu

Joey Yu

Reino Unido • Ilustradora • julho 2018

Enquanto sua carreira crescia na indústria da moda, até Diretor de Criação, o fundador do UXUA Wilbert Das nunca esqueceu suas raízes de estudante de arte, sempre apoiando talentos emergentes por meio de colaborações.

O estilo vivaz da ilustradora de moda de 23 anos, Joey Yu, foi notado por Wilbert recentemente e resultou em uma colaboração espontânea com Joey morando com a família Uxua por um mês enquanto captava cenas do dia a dia de Trancoso. O resultado final parece uma versão utópica do que já é uma fantasia tropical, um paraíso colorido e exuberante.

Algumas das ilustrações de Joey foram transformadas em uma notável Tela do Artista UXUA.

Damián Calvo

Damián Calvo

EUA • Cineasta • maio 2018

Ao longo de sua carreira as colaborações de Damián Calvo com artistas do mundo todo figuraram em museus e festivais de cinema como Tate Modern em Londres, o festival de cinema de Sundance e o The Broad Museum em Los Angeles.

Sua produção cruza diferentes gêneros, de documentários e filmes de ficção às belas-artes e fotografia comercial, todos evidentes nos impressionantes trabalhos que produziu em Trancoso, particularmente durante sua visita a reserva indígena Pataxó.

Veja uma pequena amostra do trabalho de Damián representada na Tela dos Artistas UXUA.

Os Pataxós são um povo indígena que vive no sul da Bahia. Eles vivem próximos ao local exato onde os europeus desembarcaram há 520 anos.

Assim como todas as etnias indígenas brasileiras, o povo Pataxó passou por séculos de tragédias que ainda persistem. O governo federal atualmente trabalha para diminuir sua autonomia, acesso à educação e as proteções de suas terras. No entanto, os Pataxós resistem a assimilação colonial completa e as crescentes ameaças as suas terras por madeireiros, mineradores e fazendeiros.

Todos os anos os Pataxós se reúnem em abril para uma de suas mais celebradas tradições de música, dança, esportes e comida. O edifício cerimonial mostrado neste filme fica em Barra Velha, não muito longe de Trancoso. Ele foi queimado por incendiários e um ato de violência. 13 de novembro de 2019.

A aldeia sonha em reconstruí-lo.

Linda Pugliese

Linda Pugliese

EUA • FOTÓGRAFA • abril 2018

Baseada em Nova Iorque, Linda Pugliese chamou nossa atenção com sua fotografia gastronômica, porém durante sua estada em Trancoso a comida foi só o ponto de partida para novos temas e focos. Ela deixou ao UXUA algumas das fotos mais emocionantes que temos.

Natural de Annapolis, Maryland, Linda cresceu cercada pelo mar, veleiros e caranguejos então a troca do Atlântico Norte pelo Sul não foi difícil e seu olhar captou com facilidade o estilo de vida de Trancoso e seus habitantes.

Mais de seu trabalho fotográfico na Tela do Artista UXUA.

Machteld Schouten

Machteld Schouten

Holanda • Artista • fevereiro 2017

Machteld Schouten, de Amsterdã, é uma artista versátil que iniciou sua carreira há 25 anos como designer de moda, tema que estudou na prestigiada Artez University of the Arts, para onde recentemente retornou como professora para compartilhar um pouco de suas experiências.

Ao chegar em Trancoso ficou fascinada pelos elementos de natureza e história que inspiravam o projeto mais recente do UXUA, a Casa Wilbert. Lutanto contra seu medo de altura, assumiu o projeto de criar um mural inspirado em uma aquarela do século XIX retratando a floresta amazônica, do explorador e botânico alemão Carl Freidrich Philipp von Martius. Machteld comprou o maior pincel que achou e, com tinta acrílica em tons de verde e rosa, criou traços semelhantes a aquarela e alcançou um resultado que traz sensação de amplitude ao cômodo.

Melanie Dunea

Melanie Dunea

EUA • Fotógrafa • junho 2016

A fotógrafa Nova Iorquina Melanie Dunea viaja pelo mundo fotografando algumas das mais poderosas figuras públicas. Seu trabalho já esteve nas páginas de publicações como Vanity Fair, Time, The Guardian, Harpers Bazaar e Vogue.

Sua paixão mais recente tem sido seus bem sucedidos projetos de

Seu bem-sucedido projeto publicando livros é sua nova paixão, depois de receber elogios da crítica especializada por "Minha Última Ceia: 50 Grandes Chefs e Suas Últimas Refeições" em que Melanie pergunta aos melhores chefs do mundo quais seriam suas últimas refeições.

No UXUA, Melanie inspirou-se pela sensação de liberdade total que identificou ser o estado de espírito dominante em Trancoso. Sem limitar-se a um tema único permitiu-se ser guiada pela curiosidade. Dentre os temas escolhidos estão retratos dramáticos de pessoas que conheceu, frequentemente funcionários do UXUA ou artesãos colaborando com o designer Wilbert Das, além de fotos de interiores e natureza morta que demonstram um olhar apurado para as texturas da Bahia, e também lindas imagens que prestam coloridos tributos para tradições culinárias locais.

Veja algumas das fotos de Melanie em sua Tela do Artista UXUA.

Antonio Riello

Antonio Riello

ITÁLIA • Artista • abril 2016

Antonio Riello explica seu trabalho como alusões a ambiguidade entre identidade e sociedade. Ele explora técnicas de pintura, escultura, fotografia, instalações, vestuário, vídeo games, a ironia está sempre presente além de um profundo apreço pelo artesanal; nenhuma novidade para um nativo da região do Veneto na Itália, rica em tradições.

Em sua estada no UXUA Antonio criou "Após Rosseau" (Le Douanier), uma instalação aparentemente simples feita de madeira restaurada. A peça tem função dupla, não só chama atenção para si mesma como objeto de arte como também emoldura o espetacular entorno de Mata Atlântica, trazendo referências (algumas autênticas e algumas lúdicas) da experiência brasileira como grafismos Pataxós que na verdade são marcas de pneus.

Peter Kempkens

Peter Kempkens

Holanda • Designer • abril 2015

Antes da transição para o design de interiores e de mobiliário, o holandês Peter Kempkens era designer fashion especializado em moda casual na Itália, onde criava coleções distribuídas internacionalmente, dos EUA ao Japão.

A fantasia e imaginação por trás de seu trabalho na moda são facilmente notados em suas contribuições para o UXUA: iluminação lúdica e completamente imprevisível, mesas e cadeiras que enfatizam reciclagem e reinterpretações abstratas de peças de artesanato que são produzidas em Trancoso há séculos.

Lucas Simões

Lucas Simões

Brasil • Artista • dezembro 2014

Formado em Arquitetura e Urbanismo, Lucas Simões é um nome emergente na cena artística nacional com trabalhos expostos em grandes museus e galerias como MAC-USP, Itaú Cultural, Galeria Emma Thomas e uma exposição internacional solo em 2015 na galeria londrina Space In Between (SIB).


Quando esteve no UXUA Lucas optou por uma abordagem original, confeccionando peças tridimensionais que reproduzem formas orgânicas com influência de materiais industriais como vidro e cimento. O resultado são troncos, bancos de madeira, e superfícies de papel dobrado, vidro e fibras naturais que ganham novos significados; um encontro entre o abstrato e formas arquitetônicas em equilíbrio entre beleza e estranheza, movimentos simples e profundidade.

Rodrigo Almeida

Rodrigo Almeida

Brasil • Designer • junho 2014

O designer baseado em São Paulo, Rodrigo Almeida, é absolutamente autêntico e utiliza materiais que encontra ao acaso para adaptar em mobiliários e decoração de maneira surpreendentemente criativa que insinua influências brasileiras como o Tropicalismo dos anos 60. A crescente procura de colecionadores, galerias e museus do mundo todo pelo seu trabalho reflete sua abordagem artística: todas as peças são edições únicas.

Durante sua estada no UXUA Rodrigo criou o que batizou de Coleção Quadrado, um conjunto de objetos inspirados pelo centro histórico centenário de Trancoso, originalmente fundado por jesuítas, habitado por séculos por uma pequena população nativa enquanto o mundo praticamente o esquecia e hoje imaculadamente preservado em estilo colonial.

Os materiais utilizados incluem partes de janelas antigas, troncos de árvores caídas, cordas e couro, reunidos de maneira rústica e não refinada, sugerindo a arquitetura local e o próprio Quadrado, um lugar que parece ter parado no tempo.

Marcantonio Raimondi Malerba

Marcantonio Raimondi Malerba

Itália • Designer • janeiro 2014

O italiano Marcantonio Raimondi Malerba é um nome em ascensão no mundo do design de móveis, conhecido por colaborações com as principais marcas italianas como Seletti e Mogg. As criações do artista estão presentes nas mais seletas lojas de móveis no mundo.

As peças que Marcantonio criou durante sua estada no UXUA sintetizam seu amor pela natureza e por materiais orgânicos, dentre elas vasos, canteiros e luminárias feitos com terra, galhos de árvores e cerâmica reciclada.

Mauro Zolin

Mauro Zolin

Itália • Designer • dezembro 2013

Durante sua estadia no UXUA, o especialista em mobiliário e designer de interiores italiano Mauro Zolin aplicou seu estilo industrial característico à materiais orgânicos locais como palha, que usou para rechear rústicos arcos de metal e criar poltronas.

Uma das peças mais apreciadas pela imprensa especializada internacional (e republicada no Instagram por celebridades como Anderson Cooper) foi a "Boom Box Baiana", uma caixa de som Bose escondida dentro de um tronco de árvore.

Mark Inglis

Mark Inglis

Irlanda • Designer • novembro 2013

Durante sua visita ao UXUA o artesão irlandês Mark Inglis confeccionou uma pequena coleção de peças em couro artesanalmente entalhadas. Utilizando tintas orgânicas provenientes de plantas (fornecida por indígenas Pataxós) Mark criou capas para materiais do hotel e menus, chaveiros para cada casa e até um cinturão de levantamento de peso para o Vida Spa. A temática dos entalhes é regional e em grande parte baseada na natureza; peixes, plantas e pássaros tropicais e também aspectos da cultura baiana como a culinária caseira, capoeira e forró.

Em sua segunda visita em 2018 Mark expandiu sua atuação para mobiliários, cadeiras e luminárias para a coleção UXUA D.A.S., além de uma coleção de bolsas com algumas peças criadas em parceria com Tapurumã, artista Pataxó local.